Eventos Notícias Solistas

Cavaquinho Português Modelo Urbano utilizado em instalação artística de Artista visual Ludmila Queirós

Cavaquinho Português Modelo Urbano utilizado em instalação artística de Artista visual Ludmila Queirós.

Paulo Bastos compôs peça a solo para um modelo de cavaquinho entretanto extinto em termos da sua construção e execução no continente e resgatado no âmbito do seu mestrado em música performance em cavaquinho português na Universidade de Aveiro terminado no ano passado.

O Caminho do Moleiro [Quem me dera que eu fosse o pó da estrada]” é uma Instalação audiovisual de Ludmila Queirós

A inauguração foi no dia 23 de Maio | 23h onde Paulo Bastos fez uma performance ao vivo da peça musical inédita que criou especificamente para esta Instalação artística, a peça chama-se por isso também : “O Caminho do Moleiro” e segundo Paulo Bastos é uma “Consonia” para cavaquinho português modelo urbano e água imaginária do riacho .

Esta instalação estará Patente de 23 de Maio a 20 de Julho no Cineteatro Alba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *