Notícias Solistas

Cavaquinho Português ganha prémios de referência no ano de 2018

O cavaquinho português e os projetos com cavaquinho português não só comprovam a viabilidade do instrumento enquanto instrumento solista e de acompanhamento, como o revelam como sendo afinal um instrumento que naturalmente se destaca e que faz destacar os projetos de quem utiliza este instrumento.

Em 2018 dois projetos onde o cavaquinho é um elemento central, foram galardoados com os prémios de referência no mundo da música: o prémio “José Afonso 2018” o prémio “Sociedade Portuguesa de Autores 2018 e o prémio “Carlos Paredes 2018”.

O project “Praça do Comércio” de Júlio Pereira, vencedor dos prémios “José Afonso 2018” e “Sociedade Portuguesa de Autores 2018, é um livro/disco feito com a cuidado de um artesão, com variados elementos que o enriquecem enquanto objecto físico. Desde as ilustrações, fotos, aos artigos históricos, das partituras, som a produção musical, das inéditas peças criadas aos convidados especiais que para cada uma delas foi escolhido, em cada um destes itens todos os detalhes foram como que pensados cuidadosamente para oferecer ao destinatário como que um pedaço de “carinho artístico” que foi meticulosamente cuidado até a exaustão.

O projeto “Cavaquinho Cantado” de Daniel Pereira, vencedor do prémio “Carlos Paredes 2018”, onde o cavaquinho e a voz acompanham e são simultâneamente solistas,  num diálogo constante feito sobre arranjos de enorme bom gosto e qualidade musical.

Que melhor motivação pode haver para dar prioridade à execução e estudo a fundo do Cavaquinho Português por músicos e investigadores, sendo ele um instrumento que naturalmente se destaca?

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *